sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

MFA - selos






Lutar, lutar sempre!


«António Ramos afirmou na televisão que enviava o ex-primeiro-ministro para o Quénia»
Mas não o quiseram lá!...
Os juízes do Supremo Tribunal Administrativo (STA), consideram ilegal a expulsão de António Ramos, presidente do Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP), da PSP, depois de o sindicalista afirmar em televisão que enviava José Sócrates para o Quénia”.

Isto é uma vitória do movimento sindical da PSP em Portugal. Fui perseguido durante muito tempo pelo que disse. falei com a Direcção Nacional da PSP e espero agora que me chamem. Tive imenso prejuízo na minha vida. Perdi 25% da reforma. Se fosse outro, não teria aguentado. Tinha 28 anos de serviço e todas as medalhas. Este parecer vem abrir as portas para que se arquivem os processos de colegas em situações semelhantes”.

António Ramos divulgou a decisão do STA, esta quinta-feira, na sede do SPP, em Lisboa, e considera mesmo a possibilidade de vir a exigir uma indemnização a José Sócrates, ex-primeiro-ministro, a António Costa, ex-ministro da Administração Interna, e a José Magalhães, antigo secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna.
FICA PROVADO QUE MESMO AGINDO EM MATILHA OS LOBOS PODEM ACABAR SEM DENTES

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

ABRIL - cartaz/7

A VINGANMÇA DOS PRAXADOS


A humilhação, nomeadamente se sofrida por um colectivo, é a violência que mais rancor instila no agredido pela incapacidade em se defender ou ripostar à agressão. Esse ódio acumulado gera ressentimentos que mais tarde se exteriorizam projectando-os noutrem.

Estes governantes foram praxados, forçosamente foram violentamente praxados, e desses bárbaros procedimentos arrastam traumas que extravasam sobre nós em fúria incontida. Assemelham-se nos seus criminosos procedimentos à escória mais abjecta que alguma vez colectivamente nos agrediu. Estão destruindo este país com raiva cega, cegos de raiva.

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

domingo, 26 de janeiro de 2014

A VOZ DO DONO



Tal como Soares o líder do PS elogia Carlos Silva

 Vejam quem lhe segura a trela (aqui)

Carlos Silva disse tudo o que o Governo e o patronato se deleitam em ouvir.

"Sindicalizar e sindicalismo tem a ver com defender os trabalhadores e não é pela agitação que resolvemos as coisas. Não é por greves todos os dias que se resolvem os problemas dos trabalhadores".
"Estamos mais preocupados em formar e qualificar trabalhadores do que lançá-los para os campos de batalha, para as invasões dos ministérios, subindo as escadarias da Assembleia da República, fazendo greves todos os dias e combatendo as suas próprias empresas levando-as ao encerramento".
 

MFA - cartaz/3

sábado, 25 de janeiro de 2014

A rotina

Estejamos atentos, a farsa voltou à ribalta.

(Face oculta, BPN, submarinos, privatizações - PS - PSD - CDS) A mesma cáfila.

O sucateiro está ao fresco. Aguardemos pelo próximo “FantasPorto”


«O ex-presidente da REN, José Penedos, alegou ontem em Tribunal que desconhecia que o estatuto de gestor público proibia negócios que envolvem os filhos. Na audição do processo Face Oculta, o procurador Marques Vidal acusou o ex-presidente da REN de ter violado o estatuto do gestor público, ao ter participado em reuniões da REN que adjudicaram serviços à empresa de Manuel Godinho, para a qual o filho Paulo Penedos trabalhava como advogado

face oculta (aqui) e (aqui)

O sucateiro
está ao fresco. Aguardemos pelo próximo “FantasPorto”.

ABRIL - cartaz/5

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

ABRIL - Cartaz/4

O rosto da doença



Ministro da Saúde
(foto Público 23/1/14)

Esta é a nossa maior doença, doença que se prolonga, tumor maligno que afecta o nosso povo e deve ser extirpado com a maior urgência. Foi vice-presidente do conselho de administração executivo do Millennium BCP do qual detém mais de 271 mil ações, segundo dados de 17 de Maio de 2011, BCP que o disponibilizou para nos tratar da saúde.
O Millennium BCP em Portugal é proprietário da maior rede de seguros de vida, património, saúde e pensões, através da Millennium Ageas (Holding proprietária da Ocidental Seguros, Ocidental Vida, Médis e PensõesGere.
A promiscuidade entre banqueiros e governantes desce ao nível do prostíbulo de vão de escada sob o manto diáfano da maçonaria.


quinta-feira, 23 de janeiro de 2014