domingo, 25 de junho de 2017

Toma lá e embrulha!


 
Os golpistas brasileiros, também a nível internacional, são merecidamente desconsiderados. Na Noruega a primeira-ministra diz a Temer que desejava ver o ‘lava jato’ resolvido e Temer metendo os pés pelas mãos agradece as boas relações entre os dois países e que já tinha falado com o rei da Suécia.

Na reunião da OEA em Cancun o representante do Brasil feito papagaio ficou depenado pelo representante da Venezuela. Vejam!

sábado, 24 de junho de 2017

A música de sempre

Tendo como exemplo ainda quente o que aconteceu em Pedrógão, depois da procura de culpados e promessas de medidas ‘inadiáveis’ e das ajudas que chegam tarde e a más horas, quando chegam, e mais inquéritos e comissões, depois de assentarem as cinzas tudo voltará às preocupações comuns.

A extensa área destruída ficará ao abandono, ninguém irá reconstruir os seus lares naquele deserto inóspito, só os eucalipteiros ficarão atentos, não se manifestam já, matreiros esperam a sua oportunidade e a complacência dos que encenam o pesar.

Entretanto, as estações do ano suceder-se-ão e a natureza cumprirá os seus ciclos renovando-se, o mato crescerá, matéria de combustão fácil, dentro de algum tempo o fogo fará a limpeza sazonal sem ou com menos vítimas.

Não se tem feito nada, absolutamente nada de estrutural, e, se nesses espaços passássemos a produzir mais leite e carne p. ex., Bruxelas estabeleceria quotas, preços, travões para o nosso desenvolvimento.

É isto, o resto é tudo conversa para boi dormir, como se diz no Brasil, onde o gangsterismo se manifesta de outro modo, mas com as mesmas consequências.
O mal-estar do povo

A França e os astros


Corinne Vignon (La République en Marche) foi eleita deputada nas legislativas francesas.

Madame Corinne, desempregada, exímia na arte do desenrascanço virou-se para a astromancia fazendo deste métier o seu ganha-pão, no entanto os astros que consultava não a preveniram que se não declarasse os rendimentos vindos do céu, a justiça terrena, não lhe perdoaria, e foi o que aconteceu.

Tudo isto não passava de um fait divers (desculpem os galicismos mas sou influenciado pela astróloga Vignon) se não chocasse com a França do iluminismo, que hoje sentada à mesa de pé-de-galo, rebentou os fusíveis e voltou à iluminação celeste.

Espero que a madame Vignon rapidamente se aperceba das manifestações que prevejo nas tripas do neoliberalismo que além do mais fede.


sexta-feira, 23 de junho de 2017

Construindo o futuro

Olhamos para o umbigo em que se mira esta Europa acinzentada,  não visualizamos o colorido, a força e alegria destes povos que se organizam e libertam. (ver fotos)

quinta-feira, 22 de junho de 2017

O GRANDE INIMIGO É O POVO



Os estudantes chilenos, lutam desde há muito pelo ensino público, gratuito e de qualidade, o estado com resquícios pinochetistas, reprime como podemos constatar pelas imagens, imagens que são exemplo para os que desistem de lutar.



NADA ESTÁ PERDIDO SE LUTANDO NÃO SE PERDE A ESPERANÇA