domingo, 18 de outubro de 2015

ALELUIA



 
 (do Inimigo Público)

Valeu a pena. Não há cão nem gato ou bicho careta que nas suas crónicas ou arrotos não refira o PCP, alguns até lançam bitates e dão recados, como é o caso do tresloucado(?) Vasco Pulido Valente que alerta: “Parece que não passou despercebido ao PC que no resto da Europa o apoio ao PS acabou por desfazer os partidos comunistas”. Os tabloides nas primeiras páginas recordam Cunhal e os confrontos com Soares, bem entendido, uma olhadela pelos editoriais e ressalta a sigla PCP assim como em muitos parágrafos de várias páginas. Nestas duas últimas semanas o Partido Comunista Português e a sua sigla PCP, já foram mais referidos em todos os media e redes sociais do que desde o início deste século.

O partido incinerado pela comunicação social renasce das cinzas.
Ele há com cada milagre!...

1 comentário:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Boa malha!

O Marcelo,
deve estar cada vez mais amarelo

dizia ele
"O que (e quem) a televisão não mostra, não existe!"

Aleluia!