terça-feira, 24 de maio de 2016

O BE no seu labirinto


Para melhor vender o seu veneno, Mariana Mortágua num dos seus escritos que o JN acolhe fraternalmente, “ O incómodo da Venezuela” descasca no governo angolano seu alvo de estimação e, porque o título assim o exige, refere-se à Venezuela perorando como se para atrasados se dirigisse, cavalgando contradições em linguagem sibilina própria aos que martelam na ferradura como se acertassem no cravo:

“A qualidade da democracia [Venezuela]deixa muitíssimo a desejar, com crescente repressão sobre quem se lhes opõe” (…) “Não me custa nada condenar a falta de democracia na Venezuela.”
“Pagas com dinheiro do petróleo, a pobreza extrema reduziu-se substancialmente (quase metade), e a literacia aumentou. Mas o Governo da Venezuela cometeu erros graves: retirou poderes ao Parlamento, diminuiu a democracia.”

Noutro palco Paulino Ascenção condena “qualquer limitação à liberdade de expressão e à livre determinação do povo da Venezuela”.

É evidente que a ingenuidade ou a ignorância não atravessam o que dizem estes dirigentes, que não referem uma só vez o ataque feroz do Império, que vem cilindrando os sul-americanos.
A contra-revolução bolivariana agradece e a direita nacional sorri.


4 comentários:

Olinda disse...

É uma maneira de fazer figura de cartaz.Os ganhos são muitos!Abraço

Rogerio G. V. Pereira disse...

BE
Bloco de quê?
a bloquear quem?

Luis Salgado disse...

Eu à muitos Anos fui Enganado pelos Esquerdistas da UDP e Apoiava tudo que fosse para denegrir o Partido dos Trabalhadores e do Povo mais Desfavorecido do Portugal de Abril que era o PCP,porque estava muito atrasado Politicamente e Estava a ser enganado tanto pela estrema Esquerda como fui Enganado com o Selogam do Socialismo em Liberdade, mas Felizmente tive a Onra de ser Esclarecido pelo Secretário Geral do Partido que mais tempo Lutou contra a Ditadura de Salazar DR.Álvaro Cunhal de quem guardo muitas Saudades,porisso sou apoio as posições que o PCP apoia e nada mais porque é para mim o Partido mais Sério do Portugal de Abril.Só aceito dar opinião quando a Direcção do PCP se pernunciar é neste Partido que Confio.Boa tarde. Cumprimentos

Luis Salgado disse...

Eu fui em tempos um Apoiante da Estrema Esquerda ou seja da UDP e outros,mas depressa percebi como ex.Operário que não tinha nada haver com esta Gente e comecei apoiar o PS.porque era Socialista e eu queria o Socialismo,então tive a sorte de ir a uma sessão de Esclarecimento que era dada pelo PCP com a presença do seu Secretário Geral Dr.Álvaro Cunhal que me explicou o que era ser Socialista/Comunista e a partir dessa data nunca mais deixei de Apoiare Votar no Partido que eu considero Socialista/Comunista e que está sempre na linha da frente em defesa dos Trabalhadores e mais Desfavorecidos do Portugal de Abril. Boa tarde. Cumprimentos