domingo, 21 de agosto de 2016

E se o BCE chumba a dona Ermelinda?

«Oito administradores chumbados pelo Banco Central Europeu»

BCE obriga novos administradores da CGD a irem à escola... e têm de passar  (Expresso)

“Leonor Beleza surpreendida com veto do BCE”

A dona Ermelinda ouviu a notícia e ficou em estado de choque. Se o BCE recusou a doutora Leonor Beleza e alguns dos seus futuros patrões, gente importante e bem cuidada, ela técnica auxiliar de limpeza, vulgo mulher-a-dias, farrapo social para os BCEs, podia ser enxotada sem mais nem quês ou, pior ainda, ter de voltar à escola para terminar a terceira-classe. As suas preocupações iam também para o António, formado em direito e que havia concorrido a porteiro da CGD. Será que o BCE lhe vai exigir o doutoramento?

«O Banco Central Europeu quer que os novos administradores da Caixa Geral de Depósitos frequentem ações de formação profissional relacionadas com atividade financeira; obriga-os a tirarem vários cursos no estrangeiro e a terem formação interna sobre o próprio funcionamento da CGD; exige saber se os cursos foram mesmo frequentados; e se os "alunos" passaram. (…) É o próprio Mario Draghi a exigir que três dos sete administradores executivos sejam obrigados a frequentar o curso de Gestão Bancária Estratégia do INSEAD ou outro programa com conteúdos similares

1 comentário:

Otto Solano disse...

A notícia nem é para comentar.
Mandar à merda BCE, Draguis, Junkers, a des-União Europeia é a solução.