sábado, 20 de fevereiro de 2010

A CEGADA


Onde é que ele está?


Acabou o Carnaval mas a cegada continua. Após o enterro do bacalhau Fernando Nobre, o tal da AMI, candidatou-se à corrida presidencial. O cenário está montado os caretas entram em cena.

A "referência da esquerda made in Soares" sorri à direita.


Imperativo de cidadania”, “livre de amarras partidárias”, “os que não tiveram voz até agora”, “apartidário mas não apolítico”. Para decifrarem todos estes chavões os politólogos vão ter emprego assegurado até ao próximo Carnaval. Os jornais chamam à primeira página o que cada um vai dizendo mesmo quando diz que não quer dizer.

Afirmando estar preocupado com os que nada têm admitiu (vi e ouvi) que não rejeita os apoios necessários à campanha desde que venham de bons bancos. Não esclareceu o que era um bom banco mas crê quebancos bons.

Não vão faltar burros para entrar nas cavalhadas e animar a “corrida presidencial”.

No dia 4 de Março os trabalhadores vão estar na rua sem um centésimo da publicidade dada a estes estrategas da vacuidade.



2 comentários:

Sérgio Ribeiro disse...

«... estrategas da vacuidade...»? Boa!
Ao serviço da estratégia para o vácuo!

Um abraço

José Augusto Nozes Pires disse...

Gostei deveras das «Mãos». E do petiz. Quanto ao manel Alegre espero não ter de engolir este sapo.