sábado, 7 de novembro de 2015

Dá dó. Só dá dó. Só!



A Dona Clara
(aqui)

Leiam! Percam dez minutos das vossas vidas mas leiam. O que mais pode amesquinhar o insulto ou a afirmação construída para nos irritar é que a abjeção despolete a sonora gargalhada.

Não há pior enxovalho para quem nos provoca do que nos rirmos das suas provocações.

A Clarinha foi ao velho baú resgatar o ferrugento arcabuz carregando-o de pólvora-seca de anticomunismo serôdio. Só dá risada, como dizem os brasileiros. Só.

« Os que acreditaram numa mudança de mentalidades dentro do PCP depressa foram expelidos ou condenados pela inquisição do partido. O PCP não mudara. O mundo mudara sem ele. (…) O papão da direita e um esquerdismo social unia esta gente. Mais um certo aggiornamento chique que, pensavam erradamente, o PCP lhes conferia. A Festa do “Avante!” era um dos altares desta missa.»

Não dá para comentar, a dona Clara levantou a saia, leiam.

Anticomunista, obrigada! (aqui)
Ou António Costa é um génio político e submete os parceiros à sua imponderável vontade ou caminhamos para a mais grave crise de regime depois do 25 de Abril.

1 comentário:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Clara Ferreira Alves?
Quem é essa?