sexta-feira, 19 de agosto de 2022

Crime mais que perfeito

O corrupto foi absolvido por um juiz corrupto, e tudo continuou dentro da normalidade democrática. 

Dos jornais: “Um quarto dos juízes acredita que há corrupção na justiça”, e nós?