quinta-feira, 4 de março de 2010

Os três da vida airada...


Cocó
«Estou aqui para ser primeiro-ministro

Aguiar-Branco em 2008 os activos financeiros no BES atingiam meio milhão de euros e 118.600 euros em aplicações no BBVA. Os rendimentos declarados nesse ano foram de 230 mil euros.


RANHETA

Rangel considera que ser primeiro-ministro «não é nada apetitoso».

e
facada

A independência dos media está tão afunilada, a desvergonha atingiu tamanho desvario, e a ensurdecedora mudez dos comentadores, é de tal modo gritante quando as notícias correm a favor dos seus patrões, que se torna difícil classificar o que se está passando.

Todos os dias e em todos os noticiários televisivos e outros meios de comunicação somos obrigados a beber com os olhos ou com os ouvidos a mesma purga.

Um gato mijou fora do caixote, logo um batalhão de câmaras e repórteres entrevistam Passos Coelho, Rangel e Aguiar-Branco. O cão deixou o presente na relva e Aguiar-Branco, Rangel e Coelho têm que se pronunciar sobre a matéria.

E ninguém se exalta, reclama, vitupera contra esse escândalo que é de ver três burgessos que se apresentam como salvadores da pátria e os tratam como se assim fosse.

2 comentários:

Meg disse...

Meu caro Cid,

Ah... como eu gostaria de saber recalcitrar com estas mesmas palavras!
Que nunca a voz te doa!
O show... must go on!Of course!

Um abraço

Unknown disse...

já não bastava a um mas agora parece ser moda aos pares!ou seja termos de ouvi-los repetirem-se e mais grave a três vozes!!!!!!pobre povo,pobre país e pensar que tantos morreram por um ideal,uma sociedade mais justa